31/03/2021

Impressão 3D salva recifes de corais em Hong Kong

Em um esforço para ajudar os corais a sobreviverem por tempo suficiente para se adaptarem ao aquecimento das águas, efeito das mudanças climáticas, biólogos marinhos da Universidade de Hong Kong estão imprimindo ladrilhos de Argila em 3D para os corais crescerem.

 

David Baker, professor associado da Escola de Ciências Biológicas, foi um desses pesquisadores e se voltou para a impressão 3D para resolver o problema. “A impressão 3D nos permite customizar um ladrilho ou uma solução para qualquer tipo de ambiente e acho que esse é o verdadeiro potencial que a tecnologia traz”, disse.

 

Imprimir os ladrilhos em argila aumenta a sustentabilidade do projeto porque se uma colônia de coral falhar em um ladrilho, o ladrilho irá sofrer erosão naturalmente sem alterar a química da água, ao contrário de outros métodos de construção de habitats de coral, como navios intencionalmente afundados. Além disso, a argila é incrivelmente renovável.

 

“A primeira vez que colocamos os ladrilhos, havia alguns peixes ao redor”, disse Vriko Yu, estudante de doutorado em Ecologia e Biodiversidade da universidade. “Mas depois de voltar, eles estavam repletos de vida marinha, incluindo chocos protegendo seus ovos em seus novos lares”.

 

A estimativa da taxa de sucesso dos ladrilhos estava próxima de 90%, acrescentando que os corais agora nos ladrilhos sobrevivem melhor do que a forma tradicional de transplante.

 

Os ladrilhos impressos em 3D com os corais mais resistentes poderão ser usados para repovoar áreas onde a morte de corais está ocorrendo, como na Grande Barreira de Corais da Austrália.

 

Imagens: Laboratório de fabricação de robôs, Faculdade de Arquitetura, Universidade de Hong Kong